O Fórum AG também está no WhatsApp. Peça para algum administrador do chat incluí-lo!

[Tópico Oficial WhatsApp - Peça aqui]

26 de Abril, 2019, 00:40:48

Autor Tópico: Cotas  (Lida 3483 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Cotas
: 22 de Agosto, 2012, 16:46:00
0
0
Bem, bem, ontem à noite estive batendo um papo com meu amigo Raph e de algum ponto surgiu a conversa sobre as cotas nas universidades públicas. Achei então que seria interessante criar um tópico por aqui, a fim de ampliar a discussão.
Farei um resumo breve, pois acredito que todos estejam cientes do que vêem a ser o sistema de cotas. Trata-se basicamente de reservar uma percentagem (a ser definida por cada universidade) de suas vagas para candidatos de baixa renda, vindos de escolar públicas, negros e índios. Há também outro sistema, que consiste em conceder bônus a estes candidatos. Inclusive, no início do ano, a UFF concedeu 20% de bônus para vestibulandos advindos da rede pública.
Edit: esqueci de mencionar, mas dia 7 o senado aprovou que as universidades federais reservem 50% de suas vagas para a escola pública, conforme visto aqui: http://carosamigos.terra.com.br/index/index.php/artigos-e-debates/2418-cotas-nas-federais-vitoria-da-democracia
O principal argumento a favor das cotas é de que, vista a baixa qualidade da educação pública, é necessário o desenvolvimento de políticas que facilitem o ingresso destes estudantes. Já aqueles que são contra argumentam que o sistema é inconstitucional, pois feriria o principio da igualdade. Além disso, a solução não seria facilitar o ingresso destes estudantes na universidade, mas sim capacitá-los, ou seja, reformar a educação pública.
Galera, acho que pulei bastante coisa, então, por favor, enriqueçam e/ou corrijam minhas informações nas respostas. Espero estar iniciando uma discussão interessante e edificante :)
Edit 2: ah, sim, minhas fontes. A maioria das coisas escrevi de cabeça mesmo, mas tirei a informação do bônus da UFF daqui e alguns pontos daqui.
Prefiro ser essa metamorfose ambulante

Re: Cotas
Resposta #1: 23 de Agosto, 2012, 19:45:00
0
0
Bem. Ultimamente tenho me interado um pouco sobre esse assunto, e acho que a obtenção dessas cotas por algumas universidades é como se fosse missão impossível. Até mesmo a obtenção da isenção de uma prova está difícil.
Achei extraordinariamente desnecessário a quantidade de documentos que a UERJ pediu aos candidatos ao segundo exame de qualificação para a conquista da isenção do exame. Eu não consegui porque faltou documento, e cassete, eu quase tirei uma foto da minha casa e enviei com o slogan "eu moro aqui e sou baixa renda!". Mandei uma pasta de documentos e ainda assim, me enviaram um email dizendo "isenção não concedida por falta de documentos".
Imagine para a comprovação das categorias?
Pra provar que você é negro/índio ou que estudou em escola pública?
Infelizmente é isso o que vejo, e me frusto ao dar de cara com pequenas porcentagens que nos são fornecidas, é precário o sistema de cotas e ainda mais precário conseguir um.
Mas como tudo na vida tem que se fazer um puta esforço, pra conseguir esse benefício do governo não é diferente.
Vamos ver com o enem esse ano, se essa porcentagem aumenta.. porém tenho quase certeza que isso vai dar caquinha..
Vamos esperar pra ver né.
Só acho que havia de ter uma flexibilidade das faculdades e sem dúvida o aumento considerável para estudantes de escola púbica/negros e índios. Para que se tenha a oportunidade de ter uma educação superior.

Re: Cotas
Resposta #2: 23 de Agosto, 2012, 21:23:00
0
0
Bom... O ideial meesmo acho que era não ter cota, entretanto seria algo que não poderia ser tirado da noite para o dia, para serem tiradas as cotas é evidente que o que há de ser feito é uma educação de qualidade real aos estudantes da escola pública e, se possível, os indígenas. Bom, digo se possível pq realmente não sei se eles tem condições de ter uma educação assim até por conta de suas respectivas culturas e localizações das aldeias, mas aí ficaria uma cota só para os índios mesmo - e é claro, teria uma porcentagem menor.
Enfim, enquanto não houver essa igualdade não tem como tirar as cotas né :l



Visitante quer ser entrevistado? Inscreva-se aqui.
Não quer? Inscreva-se do mesmo jeito! o/


GDS 2013:

Re: Cotas
Resposta #3: 23 de Agosto, 2012, 21:57:00
0
0
Realmente é um processo muito burocrático!
Mas a questão que é para evitar fraudes,pois conheço várias pessoas que estudam na UFRJ através de cota sem ser baixa renda!Acho que você deveria correr atrás disso,para não perder essa chance!


Agora em questão a Cotas,eu acho isso muito complicado,a nossa educação é uma droga,o que acho que deveria ser investido em base e não em soluções paliativas .Mas a questão atual é que privaria os estudantes agora que não tiveram um bom ensino na rede pública de entrar na faculdade .O que entra outro problema,sem a base acho que o aluno levará um grande baque nos primeiros períodos,apesar que eu fiquei sabendo que com a cota atual,os alunos cotistas estão tendo rendimento igual ou melhor que outros alunos.Mas agora querem aumentar para 50 por cento,ou seja vai aumentar bastante o número da cota,pois antigamente era cerca de 10 por cento,não sei isso faria com que mais alunos entrasse despreparados,ou se eles se adaptariam .

E não sou a favor de cotas para negros e sim por cota social,afinal gente rica também se beneficiaria de tal coisa.


A questão é que cota não é solução e o governo tem que tomar medidas para melhorar educação pública!

Agora me dizem por que o ITA/IME será excluído disso ?

Re: Cotas
Resposta #4: 24 de Agosto, 2012, 09:09:00
  • Guan Zhuge
  • Visitante
0
0
ITA e IME são militares, não seguem o mesmo regimento de universidades civis.

Sobre as cotas, acho aceitável cota social como um paleativo para a desigualdade do país. Sobre cotas raciais, não fazem sentido, pois os índios e negros que deveriam ser inclusos nessa cota já são cobertos pelas cotas sociais, e os que tiveram opção de estudar em escola particular não precisam de incentivo algum para entrar na universidade.

Mudando um pouco de assunto, eu sou a favor de cotas regionais. Muitas universidades por aí tem mais da metade dos alunos vindo de outros estados, principalmente na pós-graduação. Acho isso errado, e acredito que pelo menos 80% das vagas deveriam ser para alunos habitantes do mesmo estado.

Re: Cotas
Resposta #5: 24 de Agosto, 2012, 09:13:00
Sou contra cotas, e olha que sou um ser que pode ter uma vaga em qualquer coisa por conta da minha "deficiencia".
Acho que as pessoas tem que se esforçar e fazer por merecer uma vaga, nao importa se rico ou pobre. Meu segundo grau foi muito dificil, nao teve moleza em momento algum. Aqui o ensino é dez vezes melhor que o particular, principalmente as escolas estuduais, é puxado demais. Enquanto o ensino publico vem melhorando as escolas particulares vêem perdendo a credibilidade.
Mais Brasil é Brasil, e tinham que inventar isso de cotas, em( eu disse "em") alguns casos, alunos deixam de se esforçar pra apelar ao sistema de cotas, isso tira a vaga e a chance de alguem que se dedicou muito mais.
Acho que acabei falando besteira.

Re: Cotas
Resposta #6: 24 de Agosto, 2012, 09:18:00
  • Guan Zhuge
  • Visitante
0
0
Não é que falou besteira, mas você esquece que os alunos de escola pública não tiveram educação de qualidade por culpa do governo (apesar de eu acreditar que o aluno tem participação maior em seu aprendizado). Acho justo eles terem uma cota de vagas, mas não um acréscimo na nota. Acho justo, mas acho que deve ser uma ação temporária. O verdadeiro foco não é aprovar alunos com menos condição em universidades, mas sim permitir que eles possam disputar em par de igualdade com os alunos da escola privada, e isso só é possível com uma mudança na metodologia da educação. Não estou nem falando em mais investimento, estou falando em mudar o método de ensino.

Re: Cotas
Resposta #7: 24 de Agosto, 2012, 09:27:00
0
0
Com tudo isso que vc falou ainda sou contra o sistema de cotas. Acho esse sistema uma depreciaçao da capacidade dos alunos. Não digo que o sistema de cotas nao seja util, pode ate ter a sua utilidade em algum momento, mais é injusto.

Veja o exemplo da Kris, ela conseguiu tudo direitinho e ainda disseram que faltou documento. O que tanto uma pessoa precisa pra provar que é pobre, pelo amor de Deus?
Isso é o extremo da humilhaçao ao ser humano, e um negro, o que ele vai precisar, pra provar que é negro?
Sou contra, acho isso muito preconceito e discriminaçao.

Re: Cotas
Resposta #8: 24 de Agosto, 2012, 11:14:00
0
0
ITA/IME iria entrar nesse sistema por ser federal e público,mas a Dilma fez com que eles fossem excluídos.Eu sei que eles são ligados ao ministério da defesa,mas tá claramente  o motivo porque eles foram excluídos!
Segundo eles próprios a realidade dessas instituições iam mudar pois atualmente cerca 37 por cento é de rede pública,e de rede pública como colégios militares e o resto particulares,se fosse aprovado cota teria que aumentar isso para 50 por cento e cotas não entra colégios militares,apenas estaduais ,então eles ficaram preocupados com o "ensino".
Que feio em Brasil!Nas universidades pode,no IME/ITA não ;Por serem institutos de excelência.

Link da matéria http://g1.globo.com/vestibular-e-educacao/noticia/2012/08/ita-pode-nao-aceitar-cotas-para-estudantes-vindos-da-rede-publica.html

Pode ver que na própria matéria fala,que o senado fez esforços na hora da votação para tirar eles desse sistema!


E acho que além do método de ensino,tem que ser investido mais sim!Ou você acha que as escolas particulares só se dão bem por causa do método de ensino,as de ponta mesmo,que aprovam em massa em vestibulares pagam muito bem.Pois para melhor ensino é necessário professores bem qualificados.

Re: Cotas
Resposta #9: 24 de Agosto, 2012, 16:41:00
  • Guan Zhuge
  • Visitante
0
0
Sobre o IME/ITA, pensei que não contavam como público, apesar de serem gratuitos.

O governo já mostrou diversas vezes que não vai investir em educação. Pelo contrário, eles cortaram parte da verba destinada à pesquisa. Acho que já que não vão abrir a mão, o jeito é tentar mudar a metodologia para melhorar o sistema. Aliás, mesmo liberando dinheiro, tem que mudar a forma como o ensino é realizado no Brasil.

Re: Cotas
Resposta #10: 25 de Agosto, 2012, 20:07:00
0
0
Não acredito que as cotas sejam o caminho para oferecer uma educação superior de qualidade à população. Não adianta facilitar o acesso à universidade quando o cidadão vindo das redes municipal e estadual de ensino teve uma péssima formação.
Prefiro ser essa metamorfose ambulante

Re: Cotas
Resposta #11: 25 de Agosto, 2012, 20:29:00
0
0
Mas esses cidadãos merecem uma chance. e.e



Visitante quer ser entrevistado? Inscreva-se aqui.
Não quer? Inscreva-se do mesmo jeito! o/


GDS 2013:

Re: Cotas
Resposta #12: 25 de Agosto, 2012, 20:42:00
0
0
Mais que uma chance, merecem uma base educacional de qualidade.
Prefiro ser essa metamorfose ambulante

Re: Cotas
Resposta #13: 25 de Agosto, 2012, 21:00:00
0
0
Sem dúvidas! Mas enquanto ainda não houver esta merecem ao menos a chance. e.e



Visitante quer ser entrevistado? Inscreva-se aqui.
Não quer? Inscreva-se do mesmo jeito! o/


GDS 2013:

Re: Cotas
Resposta #14: 25 de Agosto, 2012, 21:21:00
0
0
Sim, faz sentido...
Eu chamaria isso de uma tentativa de "remendo" da educação (metáfora podre, mas dá pra sacar XD). O problema é que com certeza o governo não vai "comprar uma roupa nova", mas vai continuar empurrando esse "remendo" sobre nós.
Prefiro ser essa metamorfose ambulante

Re: Cotas
Resposta #15: 25 de Agosto, 2012, 21:50:00
0
0
Sim... Esse é o problema. e.é
Mas que é importante fazer enquanto a "roupa nova" não for comprada, por mais que seja ainda mais importante comprá-la. :B



Visitante quer ser entrevistado? Inscreva-se aqui.
Não quer? Inscreva-se do mesmo jeito! o/


GDS 2013:

Re: Cotas
Resposta #16: 26 de Agosto, 2012, 02:02:00
0
0
Eu acho que 50 por cento é algo bem grande,mas talvez esteja errado.

Re: Cotas
Resposta #17: 26 de Agosto, 2012, 03:31:00
0
0
Mas isso é verdade, 50% é um exagero...



Visitante quer ser entrevistado? Inscreva-se aqui.
Não quer? Inscreva-se do mesmo jeito! o/


GDS 2013:

Re: Cotas
Resposta #18: 27 de Agosto, 2012, 08:08:00
  • Guan Zhuge
  • Visitante
0
0
Concordo que 50% é exagero...

Re: Cotas
Resposta #19: 31 de Agosto, 2012, 03:50:00
0
0
Concordamos todos... e lá vem reeleição da Dilma. Já vejo a campanha: "Aumentamos o ingresso de estudantes de rede pública nas universidades em sei-lá-quantos-% e blablabla"
Quero saber mesmo é quantos, dentre esses beneficiados, estão conseguindo concluir o ensino superior...
Prefiro ser essa metamorfose ambulante

Re: Cotas
Resposta #20: 31 de Agosto, 2012, 07:26:00
0
0
Mesmo pra "remendo" as cotas em  universidades não servem, o mercado está saturado de alguns diplomas de nível superior, e esse pessoal das cotas não dá conta de fazer cursos em que a grande demanda como engenharia (eu já acompanhei alguns alunos de cotas e eles não vão muito longe nos cursos mais difíceis), então se é pra usar paliativos, que invistam nos técnicos, pois estes estão em falta no mercado, são mais rápidos e tem mais possibilidade de emprego imediato e com bom retorno logo após o curso, eu acho muito mais interessante para as pessoas de baixa renda prejudicadas pela qualidade de ensino.


Re: Cotas
Resposta #21: 2 de Setembro, 2012, 22:49:00
0
0
Boa, Kyo! Acredito que os tecnicos sejam uma ótima opção, que eu saiba, esses cursos não exigem muito (em termos de desempenho escolar/qualidade do ensino fund./médio). Claro, depende muito do técnico...
Prefiro ser essa metamorfose ambulante

Re: Cotas
Resposta #22: 3 de Setembro, 2012, 07:09:00
  • Guan Zhuge
  • Visitante
0
0
Eu discordo completamente. Não é porque eles tiveram uma má formação que devem ser empurrados para trabalhos de segunda linha. Enquanto o governo não melhora o ensino, é justo que eles tenham algum espaço garantido na universidade pública. Cinquenta por cento é demais, mas trinta por cento está de bom tamanho (estou falando apenas de cota social).

Talvez uma alternativa fosse melhorar a qualidade das universidades particulares. Se o MEC obrigasse mais professores de instituições particulares a terem doutorado, acho que já ajudaria um bocado. Outra opção seria obrigar todas as faculdades a se transformarem em universidades. A diferença entre esses dois tipos de instituição é que os professores das universidades são obrigados a ter projetos de ensino (aula), pesquisa (ciência) e extensão (apoio à sociedade). A diferença é nítida entre um professor de faculdade e universidade.

Re: Cotas
Resposta #23: 3 de Setembro, 2012, 11:04:00
0
0
Não adianta dar "espaço" se depois vai tirar um diploma aos trancos e barrancos e não vai conseguir se inserir bem no mercado de trabalho, ficando com trabalhos daí sim de segunda linha para níveis superiores, já vi pedirem administração para assistente administrativo, e isso é consequência dessas políticas.

E trabalho técnico não é de segunda linha, tem profissionais muito bem sucedidos e respeitados nessas áreas, e muitos técnicos estão muito melhor do que formados em nível superior "normal". Lembrando que além dos técnicos normais, os cursos de tecnólogos ainda equivalem a nível superior, porém suas especifidades garantem excelentes trabalhos.


Re: Cotas
Resposta #24: 3 de Setembro, 2012, 12:49:00
  • Guan Zhuge
  • Visitante
0
0
Cara, conheço várias pessoas que estudaram em escola pública, foram alunos de regular para ruim durante a graduação, mas depois de amadurecer ficaram pessoas excelentes, passando na primeira colocação em concursos como Petrobrás e oficial da aeronáutica, além de conseguirem doutorados em grandes universidades reconhecidas mundialmente. Por sinal, um desses trabalha na Google, outro no Facebook, outro na Schlumberger (petrolífera que paga melhor que a Petrobrás) e outro na Microsoft. Esses quatro, por sinal, só foram acordar que precisavam tomar jeito na vida no meio da graduação.