Segundo alguns AGers, o PODER FLOODER se manifesta do âmago de nosso ser. Alguns dizem ser uma força, uma energia latente que se concentra nas palmas das mãos. Outros, que seria uma energia misteriosa, um poder oculto que se alimentaria de nossas emoções mais sombrias. A verdade é que, muitos dizem conhecer essa força, mas poucos realmente chegaram a manifesta-la.

11 de Dezembro, 2018, 05:07:55

Autor Tópico: A História do Islã - Segundo Brigitte Gabriel  (Lida 194 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

A História do Islã - Segundo Brigitte Gabriel
: 27 de Janeiro, 2018, 03:32:18
Estava olhando um  vídeo do Paul Joseph sobre "fake news" no Youtube e me deparo com esse, sobre islamismo:


O que acharam do vídeo? Conhecem mais afundo a história do islamismo? O que pensam dessas ondas de atentados terroristas?


:3

Família  ♥
Forever ♥
Magina =x
Talvez XD

Re: A História do Islã - Segundo Brigitte Gabriel
Resposta #1: 27 de Janeiro, 2018, 17:38:50
  • Jungon Masculino

  • Dono do Café
  • Administrador
  • Deus
0
0
Tudo que sei é que eles agem de forma que é condizente com o Alcorão, é um livro enorme, cheio de capítulos, e que é expressamente proibido pra queimar no mármore do inferno comer carne de porco o.o

*Jungon* kawaii lover ^__^ if I was a rich girl, nanananananananananananananana.. ♫







Dai-Yoh, meu sentai :3 Episódio novo quando eu puder voltar a escrever... i.i

Re: A História do Islã - Segundo Brigitte Gabriel
Resposta #2: 24 de Março, 2018, 04:33:59
0
0
ela não deixa de estar correta, mas falta parcialidade. o cristianismo nasceu e cresceu igual o islã, com a diferença que não era possível pagar o imposto, era literalmente a cruz ou a espada. já os judeus nunca foram uma potência imperial e só recentemente conseguiram alguma força militar, então é cedo pra falar como vão se comportar quando chegar a vez deles.

sobre os atentados, é a história se repetindo. existem duas interpretações do corão e os extremistas de uma querem matar os que seguem a outra. a morte de pessoas de outras religiões não faz parte da guerra deles em si, é só um artifício pra chamar atenção.

O Filipe é mais didático:

« Última modificação: 24 de Março, 2018, 04:42:05 por Lokison »

 
Observação: Este post não será exibido enquanto não for aprovado por um moderador.
Nome: E-mail:
Verificação:
Qual a sigla do fórum?: