Conheça o jogo preferido dos AGers!
Quer ser shinigami? Inscreva-se aqui!


[Conheça o jogo - Regra padrão - ]

26 de Abril, 2019, 00:40:08

Autor Tópico: Saudades de algo que não volta.  (Lida 229 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Saudades de algo que não volta.
: 21 de Julho, 2015, 00:27:35
4
0
Ontem, a exatamente uma hora atrás, se partiu a mãe do meu padrasto, no qual eu considerava uma avó "paterna", visto que a minha materna legítima faleceu antes de me ver crescer.

Essa foi uma das minhas poucas experiências que tive com contato da morte de alguém querido, no qual me fez chorar de uma forma que nunca chorei. E então me cai o pensamento: como será no dia em que minha mãe for?

Como sempre, nunca estamos preparados no dia em que alguém que nos é tão querido se parte. A dor é a mesma, a solidão é a mesma e a incerteza é a mesma.

A empatia me fez olhar nos olhos do meu padrasto, e me fez chorar como nunca. Eu realmente não estou preparado, seja para minha mãe ou qualquer outra pessoa que me é querida, se parta. A unica certeza da vida é a morte? Discordo. As duas únicas certezas da vida são a morte, e a dor que ela causa no peito dos seus entes queridos.

Passarei cada dia a valorizar quem me é especial, mais do que nunca. E cuidarei e pararei de arranjar intrigar bestas e bobas com quem amo, pois seria mais desgaste e perda de tempo que poderia se preencher com mais amor e carinho naquela pessoa que nos é especial.

Com isso, só queria dizer que valorizem quem lhes é especial, e tentem o máximo possível não se desgastarem em brigas com elas, pois no dia em que forem, a dor e a vontade de voltar um dia atrás e reverter tudo isso, é muito grande. Meu padrasto está só no mundo, mais um que está na solidão longe de quem lhe abrigou, assim como minha mãe; e eu, que infelizmente, um dia (espero que daqui há MUUUUUUUUUUUUUITO tempo) ficarei.

E expressando essa dor, compartilho a musica que mais me tocou no momento em que percebi que a vida da pessoa que me era especial ocorreu:

Yamazaki Masayoshi - One more time, one more chance (o nome é para caso a musica não pegue).





Com isso, concluo com algo bem brega e piegas: Valorize quem você ama, valorize a vida deles e viva cada segundo; e, acima de tudo, valorize o amor.
Мы Новая Русь, сквозь пожары и грозы
под небом огромным мы счастье нашли,
Меж равными равные волею народы
Свободные Люди, свободной земли!


Слава!!!


Re: Saudades de algo que não volta.
Resposta #1: 21 de Julho, 2015, 00:51:40
3
0
"como será no dia em que minha mãe for?"


Esse foi o pior dia da minha vida, dormir em uma noite normal, no outro dia acordar e ver tua vida completamente modificada. Eu cuidei da minha mãe dos meus 17 anos até os 19 anos. Nesse pequeno tempo, ela teve dois AVCs, o primeiro lhe retirou os movimentos do lado direito do corpo e a fala. O segundo, a deixou em estado vegetativo. Eu fiz tudo o que eu pude, teria dado a minha vida se assim fosse possível. Já fazem 4 anos que ela faleceu, mas não deixo de pensar um dia só dia nela. Esse era o meu maior medo, perder a minha mãe.



Re: Saudades de algo que não volta.
Resposta #2: 21 de Julho, 2015, 00:55:42
0
0
"como será no dia em que minha mãe for?"


Esse foi o pior dia da minha vida, dormir em uma noite normal, no outro dia acordar e ver tua vida completamente modificada. Eu cuidei da minha mãe dos meus 17 anos até os 19 anos. Nesse pequeno tempo, ela teve dois AVCs, o primeiro lhe retirou os movimentos do lado direito do corpo e a fala. O segundo, a deixou em estado vegetativo. Eu fiz tudo o que eu pude, teria dado a minha vida se assim fosse possível. Já fazem 4 anos que ela faleceu, mas não deixo de pensar um dia só dia nela. Esse era o meu maior medo, perder a minha mãe.

Meus sentimentos...

Re: Saudades de algo que não volta.
Resposta #3: 21 de Julho, 2015, 00:57:59
0
0
"como será no dia em que minha mãe for?"


Esse foi o pior dia da minha vida, dormir em uma noite normal, no outro dia acordar e ver tua vida completamente modificada. Eu cuidei da minha mãe dos meus 17 anos até os 19 anos. Nesse pequeno tempo, ela teve dois AVCs, o primeiro lhe retirou os movimentos do lado direito do corpo e a fala. O segundo, a deixou em estado vegetativo. Eu fiz tudo o que eu pude, teria dado a minha vida se assim fosse possível. Já fazem 4 anos que ela faleceu, mas não deixo de pensar um dia só dia nela. Esse era o meu maior medo, perder a minha mãe.


Você compreende bem a dor profunda que é a perda de uma mãe. As pessoas são engraçadas, sabe que esse dia irá acontecer, mas fazem questão de se render á irracionalidade e criar briguinhas e discussões sem sentido e bestas, apenas por ego.

Quando a dor vem, as lágrimas caem, não há mais volta. É uma dor que não podemos tirar, e vira uma cicatriz que dói a cada vez que lembramos da pessoa amada. Valorizarei a minha cada vez mais, para que nada se deixe faltar. E, de fato, ficamos sem o mínimo chão sem aqueles que nos motivaram a cada dia a continuar e nos acolheu nos nossos momentos mais frágeis. Continuar sem eles, é uma dor e um fardo humano difícil.. Mas forças, espero que fique "bem".
Мы Новая Русь, сквозь пожары и грозы
под небом огромным мы счастье нашли,
Меж равными равные волею народы
Свободные Люди, свободной земли!


Слава!!!


Re: Saudades de algo que não volta.
Resposta #4: 21 de Julho, 2015, 01:21:49
0
0
Pessoas morrem, normal, mas é uma bosta e a vida segue. Meus pêsames.

Ontem morreu a vô do meu chefe, também, com 95 anos de idade.
   

Perigoso é aquele que conhece a dor
Do fogo que queima a alma
Perigosa a criança consumida pelas chamas
Com fogo que da vida separa

Re: Saudades de algo que não volta.
Resposta #5: 21 de Julho, 2015, 22:12:58
0
0
Eu vivo pensando muito nisso nos últimos tempos, em como a minha vida viraria uma merda completa se qualquer um dos meus pais morresse subitamente.


Re: Saudades de algo que não volta.
Resposta #6: 21 de Julho, 2015, 22:42:27
0
0
Eu gosto muito de uma frase que Steve Jobs disse em seu discurso em Stanford:

"A morte é um destino que todos partilhamos. Ninguém nunca escapou dela. E é assim que deve ser, porque a morte é a melhor invenção da vida. É o que renova a vida. Limpa o velho para dar lugar ao novo."

Por mais doloroso que seja, o ser humano vive de gerações, logo, está sempre de mudanças.

Meus pêsames.

Re: Saudades de algo que não volta.
Resposta #7: 21 de Julho, 2015, 22:45:12
0
0
Eu vivo pensando muito nisso nos últimos tempos, em como a minha vida viraria uma merda completa se qualquer um dos meus pais morresse subitamente.

Pior que qualquer filme de terror na realidade. rs

Update (21 de Julho, 2015, 22:46:27):
Eu gosto muito de uma frase que Steve Jobs disse em seu discurso em Stanford:

"A morte é um destino que todos partilhamos. Ninguém nunca escapou dela. E é assim que deve ser, porque a morte é a melhor invenção da vida. É o que renova a vida. Limpa o velho para dar lugar ao novo."

Por mais doloroso que seja, o ser humano vive de gerações, logo, está sempre de mudanças.

Meus pêsames.


Me soa algo bem frio, como se fossemos descartáveis (no sentido moral e emocional), mas o que importa é o contexto interpretativo. E sim, é foda mesmo..

Update (21 de Julho, 2015, 22:50:30):
Complemento fora do texto: acabei de saber como foi o velório: Meu padrasto é um cara muito sensível e bobo (no quesito de bondade pura de fazer tudo pela mãe), não largou ela por um momento, até na hora da morte. No velório, ao chegar perto do caixão, se desabou em lágrimas. Como eu o conheço, a cena que me vem á mente já me dá água nos olhos (como nesse momento).

Isso me trouxe um pensamento já bem velho: A nossa vida, tão frágil e fácil de sumir, acarreta uma carga de emoções muito forte, capaz de fazer os outros sentirem uma dor de estarem no próprio inferno; e creio que, cada um, irá enfrentar seu próprio inferno que é a solidão; e meu padrasto, principalmente. Que o universo o acolha.
« Última modificação: 21 de Julho, 2015, 22:50:30 por Vinny IV Arkádinov, Motivo: Merged DoublePost »
Мы Новая Русь, сквозь пожары и грозы
под небом огромным мы счастье нашли,
Меж равными равные волею народы
Свободные Люди, свободной земли!


Слава!!!


Re: Saudades de algo que não volta.
Resposta #8: 4 de Agosto, 2015, 14:08:22
0
0
Meus pêsames. Também já perdi uma vó e uma tia que gostava bastante, e o pior é que foi meio cedo, nunca pude realmente fazer nada por elas, e ainda por cima não me avisaram, fiquei sabendo quando fui lá visitar praticamente... O velório já tinha ido há muito tempo e eu nem soube que elas foram hospitalizadas também. E meu pai que queria falar comigo no leito de morte (que também só fiquei sabendo na última hora que ele estava mal... mesma família que não avisa ninguém de nada :|), e os médicos sedaram ele antes de eu chegar, pra não tirar mais. Hoje não me incomodo mais tanto porque acredito que estão num lugar melhor agora, e vou ver eles denovo mais tarde. Mas foi foda isso na época, sempre chorava quando me lembrava que não pude nem dizer adeus pra nenhum deles.

Espero que já esteja se sentido melhor da perda.
« Última modificação: 4 de Agosto, 2015, 14:12:44 por Jujucristine »