No mundo atual, o consenso sobre a necessidade de qualificação exige a precisão e a definição do sistema de participação geral nas competições mensais que estão ocorrendo no momento, que são Assinatura do Mês, Avatar do Mês, Foto no Mês, Poesia do Mês, Desenho do Mês, Música do Mês e Game do Mês.

26 de Abril, 2019, 01:13:58

Autor Tópico: Considere...  (Lida 218 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Considere...
: 10 de Março, 2015, 15:02:55
1
0
Considere, por exemplo, o comportamento dos chamados cachorros da planície, pequenos mamíferos que habitam as vastas planícies da América do Norte. Quando um jovem adulto dessa espécie encontra uma fêma que lhe desperta o interesse, seu cérebro libera uma grande quantidade de dopamina, molécula que induz a uma forte sensação de prazer e euforia. Depois desse primeiro encontro apaixonante, um membro típico da espécie estabalece um vínculo social muito forte com a parceira, o que leva a uma relação de convívio que pode durar a vida inteira. A despeito do fato de que ambos, macho e fêmea, continuam a ter encontros sexuais fortuitos com vários outros indivíduos, esse par mantem entre si uma ligação muito mais intensa do que com os demais animais. Outros estudos demonstraram que, quando um casal de cachorros da planície está em contato íntimo, os dois produzem um alto nível de oxitocina, o mesmo hormônio liberado quando uma mulher anamenta um bebê no seio. Uma vez liberada, a oxitocina se liga a receptores específicos localizados nas áreas límbicas do sistema nervoso central, induzindo a liberação de dopamina. Consequentemente, um casal de cachorros da planície que já se conhece bem e mantém uma relação estável tende a experimentar, durante seu convívio, uma sensação muito prazerosa que dura longos períodos, algo que cada um não necessariamente experimenta em suas escapadelas de uma noite. O bloqueio dos receptores de oxitocina na fêmea que acabou de dar à luz uma ninhada transforma essa outrora zelosa mãe de família numa irresponsável senhorita que não parece ter mais nenhum interesse em cuidar dos filhotes. Num casal de cachorros da planície, o bloqueio dos receptores de oxitocina leva à quebra do vínculo social permanente e à transformação dos dois indivíduos em devassos consortes, dispostos apenas a encontros sexuais sem compromisso.

Miguel Nicolelis

Re: Considere...
Resposta #1: 11 de Março, 2015, 20:34:06
  • Vivi Feminino

  • Exception Girl - Nível 5
  • Aplicado
0
0
Eu li nesse texto a vida de algumas pessoas q eu conheço...

Presente da minha linda amiga, Kasy *-*

Re: Considere...
Resposta #2: 14 de Março, 2015, 10:41:05
  • Maya Feminino

  • E eu ainda vou ser um inverno frio, para que o sonho que vivemos, nunca derreta.
  • Especial
0
0
Acho que é isso que deve ser pensado titia ^^'


O fato é que os demais animais são muito mais fiéis e confiáveis do que a raça humana...
Ruby-chin, a deusa do amor


Meus pokémons <3

Re: Considere...
Resposta #3: 15 de Março, 2015, 14:34:40
0
0
Realmente rubia'
Mais se não me engano existem teorias de conspiração sobre animais ^^...
Tem uma sobre cachorros so não me Recordo.

Re: Considere...
Resposta #4: 15 de Março, 2015, 14:37:58
  • Maya Feminino

  • E eu ainda vou ser um inverno frio, para que o sonho que vivemos, nunca derreta.
  • Especial
0
0
Daí já é demais... Os únicos conspiradores são os humanos u.u
Ruby-chin, a deusa do amor


Meus pokémons <3

Re: Considere...
Resposta #5: 15 de Março, 2015, 20:07:14
0
0
esse texto o Nicolelis escreveu em um livro sobre o cérebro humano, para esclarecer que a química cerebral de todos os mamíferos é idêntica. e por consequência o comportamento afetivo também.
« Última modificação: 15 de Março, 2015, 22:29:38 por Lokison »