O Fórum AG também está no WhatsApp. Peça para algum administrador do chat incluí-lo!

[Tópico Oficial WhatsApp - Peça aqui]

26 de Abril, 2019, 01:31:56

Autor Tópico: Grandes datas da pesquisa embrionária  (Lida 840 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Grandes datas da pesquisa embrionária
: 8 de Fevereiro, 2015, 02:02:23
0
0

A câmara dos deputados britânicos autorizou, nesta terça-feira, a concepção de bebês a partir de DNA de três progenitores, uma técnica destinada a impedir a transmissão de doenças da mãe à criança.

Mas a técnica, ainda em estágio experimental, tem provocado intensos debates entre aqueles que consideram que ela permitirá o nascimento de crianças em melhor estado de saúde e aqueles que temem a manipulação genética com o objetivo de ter bebês sob medida.

Conheça as grandes datas da pesquisa embrionária realizada nos últimos anos para lutar contra a infertilidade e combater as doenças hereditárias.

- 1978: nascimento na Inglaterra de Louise Brown, primeira criança concebida por fertilização in vitro (FIV). A fertilização in vitro consiste em fertilizar um óvulo com esperma em um tubo de ensaio de laboratório e, em seguida, implantar o embrião no útero da mãe.

- 1982: nascimento de Amandine, o primeiro bebê francês de proveta concebido pelos professores Jacques Testard e René Frydman.

- 1989: primeiro diagnóstico genético pré-implantacional (PGD) para identificar embriões com fibrose cística, uma das doenças genéticas mais comuns nos países ocidentais. Realizado após a fertilização, o PGD só permite reimplantar embriões saudáveis.

- Anos 90: outras doenças genéticas, como a distrofia muscular de Duchenne, a anemia falciforme, a anemia de Fanconi, o mal de Huntington, etc são adicionados à lista de doenças detectadas pelo PGD. Esta técnica permite atualmente identificar várias dezenas de doenças na França, ou mesmo centenas em países como a Grã-Bretanha, Espanha e Estados Unidos.

- 2000: nascimento do primeiro "bebê-medicamento" nos Estados Unidos. Seu nome é Adam e salvou a vida de sua irmã de seis anos, que sofria de anemia Fanconi. O "bebê-medicamento" é uma criança concebida por fertilização in vitro e um PGD para reter um embrião saudável e geneticamente compatível com um irmão ou irmã. O sangue do cordão umbilical do recém-nascido é então usado para curar o mais velho doente.

- 2010: pesquisadores britânicos relatam na revista Nature que desenvolveram um método para criar um embrião com DNA mitocondrial fornecido por um doador, a fim de evitar a transmissão de doenças mitocondriais raras mas graves da mãe para a criança. O resto do DNA (99%) vem da mãe e do pai biológicos. As mitocôndrias são minúsculos componentes presentes nas células e que asseguram a produção de energia. Elas têm seu próprio DNA, sempre herdado da mãe.

- 2013: nascimento na Filadélfia (EUA) de Connor, o primeiro bebê com genes "perfeitos". Concebido por fertilização in vitro, que recebeu um sequenciamento completo de seu genoma o que permitiu os pais escolher o embrião com o menor risco de desenvolver anomalias genéticas.

Fonte: Yahoo Noticias

Gostei da explicação que deram no Jornal... Ele pegou dois ovos, tirou a gema de um e colocou no outro. Isso vai possibilitar que mães, com doenças graves, tenham filhos com problemas. Acho isso válido.

Mas e você... O que acha das evoluções das pesquisas com as células embrionárias? Acha de alguma forma errado?


:3

Família  ♥
Forever ♥
Magina =x
Talvez XD

Re: Grandes datas da pesquisa embrionária
Resposta #1: 8 de Fevereiro, 2015, 02:11:36
  • Jungon Masculino

  • Dono do Café
  • Administrador
  • Deus
0
0
3 pais assim... é sempre 1 pai e 2 mães? o.o
*Jungon* kawaii lover ^__^ if I was a rich girl, nanananananananananananananana.. ♫







Dai-Yoh, meu sentai :3 Episódio novo quando eu puder voltar a escrever... i.i

Re: Grandes datas da pesquisa embrionária
Resposta #2: 8 de Fevereiro, 2015, 16:37:50
0
0
3 pais assim... é sempre 1 pai e 2 mães? o.o

Para esse caso sim. Eles fazem uma modificação no óvulo da mulher pegando o núcleo da outra. Não sei se vão achar alguma forma de fazer isso com espermatozoides. Nem imaginava isso com o óvulo mesmo... Mas quem sabe um dia possa ser  2 pais e uma mãe, vai que né...


:3

Família  ♥
Forever ♥
Magina =x
Talvez XD

Re: Grandes datas da pesquisa embrionária
Resposta #3: 8 de Fevereiro, 2015, 17:44:03
0
0
Só pessoas ricas vão poder fazer provavelmente. Mas é um avanço que pode gerar combinações interessantes no futuro.


Re: Grandes datas da pesquisa embrionária
Resposta #4: 8 de Fevereiro, 2015, 18:27:26
0
0
Só pessoas ricas vão poder fazer provavelmente. Mas é um avanço que pode gerar combinações interessantes no futuro.

Isso é verdade... Até mesmo a inseminação artificial ainda é complicado para quem não consegue juntar o dinheiro e demorada pelo SUS... Mas pelo menos quando estiverem bem avançado nisso, talvez baixe o valor para ela. É, futuramente teremos humanos perfeitos...


:3

Família  ♥
Forever ♥
Magina =x
Talvez XD

Re: Grandes datas da pesquisa embrionária
Resposta #5: 9 de Fevereiro, 2015, 01:11:06
  • Jungon Masculino

  • Dono do Café
  • Administrador
  • Deus
0
0
Tomara que isso não vire motivo de pessoas se acharem melhores que as outras x_x
*Jungon* kawaii lover ^__^ if I was a rich girl, nanananananananananananananana.. ♫







Dai-Yoh, meu sentai :3 Episódio novo quando eu puder voltar a escrever... i.i

Re: Grandes datas da pesquisa embrionária
Resposta #6: 9 de Fevereiro, 2015, 09:15:43
  • Vivi Feminino

  • Exception Girl - Nível 5
  • Aplicado
0
0
Em resumo 2 mães e um pai... mas tem uma coisa q não concordo. O bebê será concebido pela segunda mãe, isso implica q a mãe de verdade não terá a gestação e nascimento da criança, coisa q muitas mães desejam essa fase. Se for dessa forma q entendi, muitas mães não vão querer fazê-lo, a não ser que coloquem o ovulo fecundado de volta na mãe progenitora. Se o núcleo tiver os dados genéticos da mãe e do pai não tem problema... a preocupação tb é se a genética for da segunda mãe...

Presente da minha linda amiga, Kasy *-*

Re: Grandes datas da pesquisa embrionária
Resposta #7: 9 de Fevereiro, 2015, 09:33:59
0
0
Sakuragome
Isso vai possibilitar que mães, com doenças graves, tenham filhos com problemas.

hoje em dia tudo sofre manipulação genética, e esse era até o grande mote do genoma. acho que é uma eugenia válida.
é o começo da era dos replicantes.

Re: Grandes datas da pesquisa embrionária
Resposta #8: 9 de Fevereiro, 2015, 10:32:33
  • Vivi Feminino

  • Exception Girl - Nível 5
  • Aplicado
0
0
Minha preocupação é que a manipulação genética acabe trazendo outros males... até pq se for o caso de inserir células sintéticas ou então a retirada do cromossoma defeituoso e substituição, o organismo não aceitar e haver morte..

Presente da minha linda amiga, Kasy *-*

Re: Grandes datas da pesquisa embrionária
Resposta #9: 9 de Fevereiro, 2015, 10:48:10
0
0
mas esse tipo de modificação acontece naturalmente (mutacao). a chance não vai ser maior do que já é, menor até.
e se lembre que qualquer coisa que façam com embriões humanos já fizeram antes com ratos, e é praticamente a mesma coisa.

Re: Grandes datas da pesquisa embrionária
Resposta #10: 9 de Fevereiro, 2015, 11:13:05
  • Vivi Feminino

  • Exception Girl - Nível 5
  • Aplicado
0
0
As vezes acho que nem tudo que rola nos ratos pode acontecer conosco.. até pq temos um organismo diferente em relação a dimensões e reações diversas... tem q ser testados em humanos, de qualquer maneira!

Presente da minha linda amiga, Kasy *-*

Re: Grandes datas da pesquisa embrionária
Resposta #11: 9 de Fevereiro, 2015, 12:00:14
0
0
na fase embrionária a diferença é zero. é onde pode rolar a treta e tal. mas mesmo o rato adulto tem 99% do DNA igual ao sapiens. como sou acostumado a arredondar isso pra mim é igual.

Sakuragome
É, futuramente teremos humanos perfeitos.
como você acha que seria um humano perfeito?
« Última modificação: 9 de Fevereiro, 2015, 12:04:31 por Lokison »

Re: Grandes datas da pesquisa embrionária
Resposta #12: 9 de Fevereiro, 2015, 12:11:40
  • Vivi Feminino

  • Exception Girl - Nível 5
  • Aplicado
0
0
É impossível ter perfeições... ainda mais com a questão de que não usamos nem 10% da capacidade cerebral...

Presente da minha linda amiga, Kasy *-*

Re: Grandes datas da pesquisa embrionária
Resposta #13: 9 de Fevereiro, 2015, 13:50:17
0
0
É impossível ter perfeições... ainda mais com a questão de que não usamos nem 10% da capacidade cerebral...

sabe que é mito né?
os antigos exames ERM não eram muito precisos aí passava essa impressão dependendo do exercício do experimento. a verdade é que o que não se usa, se perde. então usamos 100% o tempo todo, se usássemos 10% teríamos um cérebro com 10% do tamanho. 

Re: Grandes datas da pesquisa embrionária
Resposta #14: 9 de Fevereiro, 2015, 13:56:24
0
0
Mas a técnica, ainda em estágio experimental, tem provocado intensos debates entre aqueles que consideram que ela permitirá o nascimento de crianças em melhor estado de saúde e aqueles que temem a manipulação genética com o objetivo de ter bebês sob medida.
Meio inverso essa preocupação, seria problemático se isso pudesse criar crianças fracas ou aberrações, se é o oposto não tem porque reclamar xD

Mas e você... O que acha das evoluções das pesquisas com as células embrionárias? Acha de alguma forma errado?
Não acho errado, e acho que se isso ficar popular a única coisa que vai acabar acontecendo é que vai ter bem menos gente com problemas e deficiências por aí, e isso é uma coisa boa. Consequentemente, com o tempo mesmo se pararem de utilizar essas técnicas a chance ainda vai ser menor já que há mais pessoas com bons genes pra todo lado.

No caso de fazer isso pra não criar bebês com deficiências por exemplo é completamente válido e bom pra todo mundo.

Não entendo porque algumas pessoas pintam modificações genéticas como uma coisa maléfica, estamos fazendo isso há milênios de forma natural por seleção da planta/animal/parceiros que sejam mais saudáveis/tenham genes melhor, modificação genética só torna esse processo mais eficiente.

O único problema que vejo nesse caso dos três pais, que também é o caso de alguns casais que usam esperma/óvulos de centros de doação seria como ficaria a questão da família, porque pro crescimento da criança o melhor é que ela tenha uma família estável com um pai e uma mãe, duas mães não daria muito certo. Se a segunda mãe ficar afastada não é muito problema, mas não é algo bom também.
« Última modificação: 11 de Fevereiro, 2015, 17:03:40 por Jujucristine »

Re: Grandes datas da pesquisa embrionária
Resposta #15: 9 de Fevereiro, 2015, 15:45:58
0
0
Em resumo 2 mães e um pai... mas tem uma coisa q não concordo. O bebê será concebido pela segunda mãe, isso implica q a mãe de verdade não terá a gestação e nascimento da criança, coisa q muitas mães desejam essa fase. Se for dessa forma q entendi, muitas mães não vão querer fazê-lo, a não ser que coloquem o ovulo fecundado de volta na mãe progenitora. Se o núcleo tiver os dados genéticos da mãe e do pai não tem problema... a preocupação tb é se a genética for da segunda mãe...

Bom... Isso não ficou bem claro... Mas acredito que é a mãe sim que vai ter a gestação. Existe doação de óvulos, assim como de esperma, ela não terá que necessariamente conhecer sua doadora.

hoje em dia tudo sofre manipulação genética, e esse era até o grande mote do genoma. acho que é uma eugenia válida.
é o começo da era dos replicantes.


O que eles mostraram são as doenças que só a mãe passa para os filhos, por isso a substituição. Não sei como fica o pai nesse caso.


como você acha que seria um humano perfeito?

Nesse caso, aqueles que não terão problemas com doenças geneticamente transmissíveis.


:3

Família  ♥
Forever ♥
Magina =x
Talvez XD

Re: Grandes datas da pesquisa embrionária
Resposta #16: 10 de Fevereiro, 2015, 10:25:30
0
0
lquestão da família, porque pro crescimento da criança o melhor é que ela tenha uma família estável com um pai e uma mãe, duas mães não daria muito certo.

aí você subestima a adaptação.
desse seu ponto de vista discordo muito. a criança precisa de atenção.

Sakuragome
O que eles mostraram são as doenças que só a mãe passa para os filhos, por isso a substituição. Não sei como fica o pai nesse caso.

não importa.  doença genética é sempre recessiva,  só vai passar para a prole se os dois tiverem o mesmo gene defeituoso.



Re: Grandes datas da pesquisa embrionária
Resposta #17: 11 de Fevereiro, 2015, 01:07:40
0
0

não importa.  doença genética é sempre recessiva,  só vai passar para a prole se os dois tiverem o mesmo gene defeituoso.




Se não importasse não teriam feito estudo e isso não seria um grande descoberta embrionária  '-'


O único problema que vejo nesse caso das três mães, que também é o caso de alguns casais que usam esperma/óvulos de centros de doação seria como ficaria a questão da família, porque pro crescimento da criança o melhor é que ela tenha uma família estável com um pai e uma mãe, duas mães não daria muito certo. Se a segunda mãe ficar afastada não é muito problema, mas não é algo bom também.



Como assim 3 mães x_x"? Ali disseram duas e um pai e.e' E bom, com relação a criação... Não vejo problema em uma criança ser criada por duas mães ou dois pais.


:3

Família  ♥
Forever ♥
Magina =x
Talvez XD

Re: Grandes datas da pesquisa embrionária
Resposta #18: 11 de Fevereiro, 2015, 13:48:42
0
0
Se não importasse não teriam feito estudo e isso não seria um grande descoberta embrionária  '-'

opa,não importa a situação genética do pai. :p


Re: Grandes datas da pesquisa embrionária
Resposta #19: 11 de Fevereiro, 2015, 17:04:15
0
0
aí você subestima a adaptação.
desse seu ponto de vista discordo muito. a criança precisa de atenção.
O período de crescimento e aprendizado de um indivíduo é extremamente importante pra vida adulta, tanto psicologicamente quanto fisicamente. Nos dois casos o que acontece quando você está crescendo pode se arrastar com você pelo resto da vida, pro lado bom ou pro lado ruim.

Como assim 3 mães x_x"?
Escrevi errado.
« Última modificação: 11 de Fevereiro, 2015, 17:10:56 por Jujucristine »